Redução excêntrica é usada em todos os segmentos do mercado industrial

Dispositivo é responsável pela ligação e alinhamento dos tubos

As conexões tubulares são usadas em todos os segmentos do mercado industrial, para ligação do sistema de tubulação de fluidos, sólidos e gases. Existe uma variedade de tipos de conexões, entre eles estão a redução excêntrica, responsável pela ligação entre dois tubos de bitolas diferentes, mantendo ambos alinhados.

As reduções excêntricas podem ser encontradas em aço inoxidável, aço carbono ou liga de carbono, com base nas normas ASTM A234 WPB, onde sua utilização se dá com tubulações de aço carbono e as extremidades são biseladas para solda topo, conhecida também como extremidade BW (butt weld).

As conexões excêntricas em aço carbono possuem ótimo custo-benefício, apesar de sua durabilidade não ser tão longa, o custo ainda vale a pena em sua implementação.

As reduções de aço carbono são usadas em usinas de açúcar e álcool, indústrias de papel e celulose, químicas, petroquímicas, alimentícias e siderúrgicas, entre outros.

A linha normalmente é formada pela tubulação, bombas, válvulas e conexões variadas. A redução excêntrica pode ser fornecida em diversas bitolas e em diferentes materiais, desde que a bitola seja de 1/8” até 24” ou em diâmetros especiais feitos sob consulta, de acordo com o seu projeto.

A redução excêntrica pode ser fabricada com ou sem costura e sua espessura é igual a do tubo, evitando degraus na soldagem. As espessuras de parede podem ser encontradas em: SCH10, SCH20, SCH30, SCH40 ou STD, SCH80, SCH100, SCH120, SCH140 e SCH160, que estão diretamente ligadas à bitola da conexão.

Para saber mais sobre os modelos de redução excêntrica e para solicitar orçamento, entre em contato com a equipe da Flanjaço e veja o catálogo com todos produtos.