Grupo Flanjaço continua forte perante crise brasileira

Flanjaço, Coneflan e FMW colaboram para o crescimento econômico do país

Para se consolidar no mercado a Flanjaço se uniu a FMW e Coneflan, passando a ser o Grupo Flanjaço, esta mudança contribui para seu desempenho positivo no mercado industrial, além de colaborar para o crescimento do cenário econômico do país, que requer uma retomada para superar a crise, aliás, a Flanjaço entende que a união traz o fortalecimento não só da sua marca, mas amplia o potencial econômico e produtivo do segmento.

Recentemente, o Brasil passou por uma paralisação dos caminhoneiros que afetou diretamente a economia e o cenário industrial para 2019. Algumas empresas já passavam por momentos difíceis e com a situação, os problemas se agravaram, atualmente algumas dificuldades são reflexos da paralisação e de dúvidas trazidas pela eleição indefinida, com propostas incertas que o país enfrenta. “A capacidade ociosa de boa parte das empresas beira aos 30% e a maioria opera com margens baixas e dificuldades de crédito”, explica o presidente da Fiesp e Ciesp, José Ricardo Roriz Coelho, em entrevista ao Estadão.

A união empresarial do Grupo Flanjaço surgiu com o objetivo de expandir o portfólio de seus itens industriais, encarar os desafios logísticos e atender todas as necessidades do mercado industrial, a junção das empresas colabora também para o crescimento do Brasil, na geração de empregos, aumento de renda e vantagens competitivas para os consumidores, visando contribuir para o país superar este momento delicado e de instabilidade econômica.

Para saber mais sobre o Grupo Flanjaço, acesse e preencha o formulário online ou acompanhe o blog com as últimas notícias do mercado industrial e produtos.